Cuiabá suspende consultas médicas eletivas na rede pública e privada

Os agendamentos de consultas e procedimentos médicos eletivos estão suspensos em Cuiabá, a partir de segunda-feira (15). A medida consta no Decreto 8.353, de 12 de março de 2021. Eletivos são atendimentos que permitem escolher data sem comprometimento da saúde do paciente.

De acordo com o documento, a decisão considera a situação alarmante da pandemia de covid-19 na Capital e é mais uma das medidas para tentar conter o avanço da doença.

O decreto considera a situação de calamidade em vigor desde março de 2020, o crescente número de casos e mortes por conta do vírus em todo o estado e os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI’s) lotados.

O documento também pontua que o Plano Municipal de Imunização na cidade ainda está em sua fase inicial e ainda não protege a população do vírus. Cita que o distanciamento social ainda é a estratégia mais eficaz.

“Fica estabelecido a suspensão de agendamentos, atendimento ambulatórias e procedimentos médicos, todos de caráter eletivo, nas unidades públicas e privadas do município de Cuiabá”, decreta o documento.

O decreto passou a circular na noite de sábado, antes de ser publicado oficialmente, e gerou confusão entre a comunidade de saúde e população. Na manhã deste domingo (14), a assessoria da Prefeitura de Cuiabá confirmou que o documento é oficial e que passa a vigorar amanhã (15).

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO