02/06/2020 às 18h00min - Atualizada em 02/06/2020 às 18h00min

Manaus I ​Travessia por lanchas da Ceasa, Gutiérre e Careiro voltou a funcionar.

Eduardo Sampaio
Redação
Por meio de portaria o diretor presidente da agência reguladora de serviços públicos delegados resolver instituir medidas excepcionais e temporárias de controle, procedimentos e protocolos de segurança a serem adotados para viagens no transporte intermunicipal fluvial de passageiros, enquanto pendurar o período de calamidade pública, A que aduz o decreto n° 42.100/2020.

Nesta publicação está sendo liberado o transporte de passageiros da Ceasa ao Careiro e Gutiérrez com as seguintes medidas obrigatórias. A ARSEPAM orienta as empresas a reforçarem os procedimentos de limpeza e higienização interna das embarcações, as empresas também deverão capacitar seus funcionários para orientar os passageiros e comunicar ao público sobre as medidas preventivas adotadas pelas empresas.

As empresas deverão aferir a temperatura dos passageiros antes da entrada dos mesmos a embarcação. Em caso de suspeita de passageiros infectados proceder conforme a determinação da vigilância sanitária, bem como, considerar a dispensa do trabalho dos funcionários nos casos daqueles que apresentarem sintomas característicos da doença.

Em entrevista ao BDC um canoeiro ressaltou.

"Eduardo Houve uma manifestação pacífica para que o pedido das associações fluviais da Ceasa e Careiro fossem atendidas pelo secretário de transporte fluvial do Amazonas que liberou novamente o serviço das lanchas que realizam a travessia da Ceasa a Gutierre e Careiro da várzea.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »