07/09/2020 às 10h41min - Atualizada em 07/09/2020 às 10h41min

​INTERNACIONAL | Mulher tem corpo queimado após acidente com álcool em gel.

REDAÇÃO
REDAÇÃO
Uma moradora da cidade de Round Rock, no Texas, nos Estados Unidos, identificada coo Kate Wise precisou de atendimento em UTI ao ter parte do corpo queimado depois que o gel desinfetante com álcool que ela usava nas mãos pegou fogo. As chamas se alastraram pela casa, que ficou destruída.

A mulher relata que higienizou as mãos e, em seguida, tentou acender um incenso — e foi aí que o incêndio começou. O fogo primeiro atingiu os braços de Kate e, em seguida, se alastrou para garrafa com o gel, que explodiu. O caso aconteceu no domingo (30). As chamas, então, se espalharam por todo o corpo dela, que teve tempo para resgatar uma filha com deficiência e o cachorro da família. As duas outras filhas conseguiram fugir e chamar os serviços de emergência. Kate teve queimaduras de segundo e terceiro grau pelo corpo e precisou passar por cirurgias de reconstrução. As três filhas passam bem.

Para ajudar Kate, uma amiga dela, Kathryn Bonesteel, pede doações na internet para arcar com os custos da cirurgia e procurar uma nova casa.
No site para coletar os donativos, a amiga pede atenção ao uso dos desinfetantes em gel. “A Covid-19 trouxe muitos produtos inseguros para as nossas prateleiras. Muitos deles não foram corretamente testados e não são seguros”, diz o texto. “Tenha cuidado com o que você coloca no seu corpo. Assegure-se de que o produto que você está usando tem aprovação das autoridades reguladores”, alerta a amiga. Independentemente da marca, o manuseio do álcool em gel e outros higienizadores devem ser feitos com cuidado. Afinal, o material é inflamável.

Por isso, para evitar acidentes, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) alerta que frascos com álcool em gel devem ser colocados em locais seguros dentro da casa, longe de fontes de calor que possam iniciar incêndios.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »