15/09/2020 às 10h42min - Atualizada em 15/09/2020 às 10h42min

COVID-19 I ​Encontro para avaliar resposta à pandemia inicia em Manaus

REDAÇÃO
REDAÇÃO
O Governo do Estado do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), iniciou nesta segunda-feira (14/09) o Encontro de Avaliação das Ações de Enfrentamento e Resposta à Pandemia de Covid-19 no Estado. O evento acontece na sede do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) até sexta-feira (19/09) com o objetivo de promover a troca de experiências entre pesquisadores e especialistas de todo o Brasil sobre medidas de enfrentamento a pandemia.

O encontro teve início por volta das 10h e reuniu uma comitiva formada por membros da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), além de vinte técnicos do Ministério da Saúde que participaram das equipes de campo da FVS-AM no combate e observadores de outros estados como Minas Gerais e São Paulo.

O primeiro dia de atividades contou a apresentação de parte das missões realizadas no Amazonas com relação ao controle da pandemia de Covid. Ao todo serão cinco dias de programação que contarão com a realização de palestras, mesas-rendondas e visitações a hospitais na capital e em outros municípios do Estado com o intuito de avaliar os planos de contigência adotados.

“Na verdade nós estamos em um intercâmbio de experiências, conhecendo as experiências desses outros estados e divulgando o que nós fizemos aqui e que refletiu na queda das nossas curvas. Hoje nós estamos, no cenário nacional, com redução acentuada no número de casos, de óbitos e de internações”, explica a diretora-presidente da Fundação de Vigilância e Saúde do Amazonas (FVS-AM), dra. Rosemary Pinto.

Para a coordenadora de Vigilância, Preparação e Resposta a Emergências e Desastres do escritório da OPAS e da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Brasil, Maria Almiron, o encontro é uma oportunidade do Amazonas contribuir com outros estados visto o bom resultado das medidas adotadas pelo estado, desde o pico da doença até o momento.

“No caso do Amazonas esse estado tem muito pra oferecer pra outros estados e muito mais o que os profissionais vão pegar daqui, o que podemos contribuir porque a riqueza das experiências de vocês é muito grande e essa tem uma utilidade não só para o Brasil, mas também para outros países da região das Américas, então esperamos que com essa série de missões possamos todos juntos escolher aquelas melhores práticas e disseminar tanto dentro do país quanto fora e aprender aquelas coisas que podemos fazer melhor”, diz.
Fotos: Michel Mello/Secom.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »