17/12/2020 às 15h26min - Atualizada em 28/12/2020 às 00h00min

Mesmo com o retorno das lojas físicas, compras online seguem em alta para o Natal

De luminária que inativa vírus e bactérias a celular de marca que está chegando ao Brasil; veja sugestões de presentes para a data

SALA DA NOTÍCIA Carlos Silva
Divulgação

Faltando menos de uma semana para o Natal, a corrida para a compra de presentes já está a todo o vapor. E, assim como aconteceu em praticamente todos os setores este ano, as lojas também tiveram que se adaptar com as vendas online. Uma pesquisa conduzida pela Criteo, a “Peak to Recovery”, mostrou que 56% dos consumidores brasileiros compraram em lojas online pela primeira vez durante o pico de COVID-19 e 94% disseram que provavelmente continuarão comprando nessas novas lojas que descobriram. 

Por estar longe de familiares e amigos durante diversas datas comemorativas em 2020, o brasileiro teve que se adaptar. Os dados da Criteo apontam que o envio de presentes cresceu: 41% aumentou a prática de comprar online e selecionar o destinatário como quem vai receber o presente. Em aniversários, Dia das Mães e Dia dos Namorados, os vale-presentes e vouchers ganharam o gosto do brasileiro e 36% afirmou que vai passar a utilizá-los em datas futuras. E agora, no Natal, mesmo com o retorno de muitas lojas físicas, a tendência é que as compras online permaneçam em alta. 

“O setor passou por uma transformação digital acelerada, os que ainda não tinham começado a realmente investir no e-commerce tiveram que correr contra o tempo e perceberam que não basta abrir uma loja online e começar a vender. É preciso estar preparado, investir em tecnologia e estar atento à integração de todos os processos logísticos. A pandemia aumentou muito o mercado de consumidores digitais e as lojas precisam estar prontas para atender essa nova jornada do consumidor”, diz Marco Beczkowski, Diretor de Vendas e Customer Success da Manhattan Associates no Brasil, líder em soluções de tecnologia para supply chain e comércio omnichannel, ao fazer uma análise do setor de varejo em 2020. 

Aposta em tecnologia

Por comprar à distância, muitos preferem não apostar em presentes como roupas, sapatos e perfumes, por exemplo, preferindo itens mais tecnológicos.

Entre algumas das opções que fogem do comum, está um presente que ajuda na proteção contra a Covid-19. A luminária de mesa UV-C, lançada no Brasil em novembro, é capaz de inativar bactérias, germes, mofos e vírus, incluindo o SARS COV-2, causador da Covid-19. A eficácia da luz UV-C da Signify foi comprovada por pesquisas conduzidas na Universidade de Boston, nos Estados Unidos. O produto é compacto e foi desenvolvido com todos os mecanismos de segurança necessários para usar a radiação ultravioleta dentro de casa. 

Outra opção tecnológica é a luminária inteligente Hue Go, da família Philips Hue. Foi lançada no Brasil em setembro, é leve, portátil e tem uma autonomia de bateria de até 18 horas, podendo ser usada dentro ou fora de casa. Com mais de 16 milhões de cores em LED, ela permite criar experiências personalizadas e adaptar os ambientes para diferentes cenários. É o presente ideal para diferentes estilos e pode ser encontrado na AmazonMagalu e Americanas, por exemplo.

Quem estiver procurando por um celular TOP de linha com um preço mais razoável deve ficar de olho na chegada da realme no Brasil. A marca de smartphones que mais cresce no mundo chega oficialmente por aqui em janeiro, mas desde a Black Friday está vendendo produtos selecionados através da plataforma Americanas.com. Agora, a empresa anunciou que irá vender seus produtos no Brasil exclusivamente através da Americanas.com em janeiro, seu primeiro mês oficial de vendas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »