06/02/2021 às 09h39min - Atualizada em 06/02/2021 às 09h39min

Zezinho Corrêa perde a batalha para a covid-19, mais um artista nós deixa"

Silas Laurentino/bdcnoticias
REDAÇÃO - Eduardo Sampaio:92 981316685
PORTAL BDC NOTICIAS 
www.bdcnoticias.com.br 

Zezinho estava internado na Samel desde do início do ano, em último boletim Zezinho tinha tido uma melhora e já até respirava sem aparelhos, mas nesses últimos dias o cantor e artista amazonense após piora no quadro medico, lamentavelmente nesta manhã do dia 06, Zezinho veio a óbito, mais uma vítima da covid-19.

Zezinho foi vocalista da Banda Carrapicho que foi criada em 1980, em Manaus. No início trabalhavam com o estilo forró tradicional, assim sendo conhecido em toda região norte. Porém, no final da década de 1980, as toadas de boi bumbá eram frequente em seus trabalhos, mas não deixando o forró de lado. O grupo passou trabalhando regionalmente durante quinze anos. Em 1996, um produtor francês, Patrick Bruel, ouviu a toada Tic, Tic Tac na versão do grupo e decidiu lançá-la na França, tornando-se um dos maiores sucessos na Europa, e no Brasil, pois a música ficou na posição 34 das 100 músicas mais tocadas do ano de 1996 no país.

O primeiro programa de televisão no Brasil transmitido em rede nacional em que participaram foi o programa Domingo Legal, do SBT, ainda apresentado por Augusto Liberato (Gugu), que os descobriu durante suas férias no verão europeu na França e os convidou para participarem de seu programa no ano de 1996. O grupo revelou-se um bom desempenho de público com suas canções na batida do Boi Bumbá, recebendo boas críticas pelo público.

Descanse em paz Zezinho Corrêa.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »