18/02/2021 às 19h04min - Atualizada em 19/02/2021 às 00h00min

Fazenda Urbana de Paraisópolis produziu 300kg de hortaliças até dezembro 

100% da colheita é doada aos moradores da comunidade que recebem também mudas para cultivo em casa, transformando a produção em renda familiar 

SALA DA NOTÍCIA www.GazetaDaSemana.com.br
www.SalaDaNoticia.com.br
Em parceria com o G10 Favelas, projeto Horta AgroFavela-ReFazenda em Paraisópolis, inaugurado em outubro de 2020 pelo Instituto Stop Hunger Brasil, que atua há mais de 23 anos no combate à fome e má nutrição mantido pelo Grupo Sodexo, colheu aproximadamente 300kg de hortaliças entre outubro e dezembro. Em um espaço de mais de 900 m²,que inclui uma horta vertical, vasos de plantas em boxes e canteiro,são cultivadas 60 tipos de espécies de hortaliçase frutas. A horta vertical temcapacidade de produção de 960 pés de hortaliças, contudo a produção depende do tempo de desenvolvimento de cada tipo plantada e das condições climáticas. 
  
Visando levar mais saúde e qualidade de vida às pessoas, toda colheita é doada para os moradores da comunidade e para o projeto Mãos de Maria, que produzem quentinhas para seus habitantes. Nesta fase, foram beneficiadas diretamente 1.009 pesoas, com o recebimento dehortaliças colhidas na horta comunitária AgroFavela-ReFazenda, sendo 5.045 beneficiadas indiretamente. 
A ação visa também o empoderamento de mulheres com capacitação para cultivo de hortaliças em casa, gerando oportunidade de trabalho e renda por meio da venda de parte da produção. Neste período, 64 pessoas receberam treinamento, sendo 59 mulheres e 5 homens.  
“Um dos objetivos da horta comunitária AgroFavela-Refazenda é disseminar o conceito de fazendas urbanas, adequando ao contexto das comunidades carentes, como Paraisópolis, explorando possibilidades como hortas verticais, utilização de espaço em quintais, lajes e canteiro para plantio e cultivo de hortaliças. Além disso, temos a oportunidade de engajar e apoiar as mulheres, em maioria chefe da família, a terem sua própria renda e uma possível profissão. Toda a infraestrutura do projeto é 100% subsidiada com o apoio financeiro da Stop Hunger na França e Instituto Stop Hunger no Brasil”, afirma Andreia Dutra, presidente do Instituto Stop Hunger no Brasil. 
Coordenador Nacional do G10 Favelas e líder comunitário em Paraisópolis, Gilson Rodrigues afirma que o objetivo é levar esta iniciativa para outras comunidades do Brasil.O G10 pretende criar 1 mil hortas nas favelas do país. A melhor forma de apoiar a população neste momento é oferecendo condições para que as pessoas tenham alimentação saudável. Levando horta para dentro das casas das pessoas, o projeto Agrofavela possibilita as famílias de baixa renda a ter acesso a comida de qualidade e mais barata, diz. 
Serviço:
Local:
Associação das Mulheres de Paraisópolis - Rua Itamotinga, 100 - Paraisópolis, São Paulo/SP 

 
SOBRE A SODEXO 
Fundada em 1966 por Pierre Bellon, em Marselha, a Sodexo é líder global em serviços que melhoram a qualidade de vida, um fator essencial para o desempenho dos indivíduos e das organizações. Presente em 67 países, a Sodexo atende 100 milhões de consumidores todos os dias por meio de uma combinação exclusiva de Serviços On-site, Serviços de Benefícios e Incentivos, além de Serviços Pessoais e Domiciliares. Por meio de mais de 100 tipos de serviços, a Sodexo proporciona aos clientes uma oferta integrada desenvolvida em mais de 50 anos de experiência: serviços de alimentação, recepção, manutenção e limpeza, até gestão de equipamentos e instalações; desde cartões de benefício e programas que promovem o engajamento de colaboradores por meio de soluções que simplificam e melhoram sua gestão de despesas e mobilidade, até assistência residencial, creches e serviços de concierge. O sucesso e desempenho da Sodexo são pautados em sua independência, no modelo de negócio sustentável, e na capacidade de desenvolver e incentivar a participação de seus 420 mil colaboradores por todo o mundo. 
Sobre o Stop Hunger 
Atualmente, o Stop Hunger é uma força de liderança global na luta contra a fome e a má nutrição, sustentavelmente, e com mais de 23 anos de compromisso. 
No Brasil desde 2003, diversas iniciativas Stop Hunger têm sido realizadas de maneira consistente e com importantes contribuições. Com o objetivo de expandir sua atuação, em 2015 constitui-se o Instituto Stop Hunger no país. Uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, que envolve os stakeholders da Sodexo, engajando colaboradores, clientes, usuários, estabelecimentos credenciados e fornecedores e membros da sociedade em geral, com o objetivo de fortalecer a nossa atuação na causa STOP Hunger no país e contribuir na melhoria da qualidade de vida de pessoas menos favorecidas. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »