07/04/2021 às 10h36min - Atualizada em 07/04/2021 às 10h36min

Jovem de 23 anos é vacinada nos EUA antes do pai, de 62, que mora no Brasil

REDAÇÃO - BDC NOTICIAS.
UOL NOTICIAS
Uma família comemorou a vacinação de uma jovem, que mora nos Estados Unidos, enquanto o pai dela, que reside no Brasil, segue no aguardo, apesar de estar no grupo de risco para a covid-19. Ariela Momesso Espelho Prado, de 23 anos, foi imunizada contra a covid-19 antes do pai, de 62.

Enquanto a dona de casa mora com o marido e duas filhas na cidade de Springville, nos Estados Unidos, o pai, Antônio Carlos, de 62, vive em Sorocaba, a 100 km de São Paulo. Ariela conta que recebeu a primeira dose da vacina no dia 27 de março. A satisfação com o momento contrastou com a preocupação com os pais, especialmente Antônio Carlos, que é hipertenso e já sofreu dois AVCs (Acidente Vascular Cerebral). Apesar de fazer parte do grupo de risco do coronavírus, sua imunização ainda não está prevista no calendário de Sorocaba, que atualmente está vacinando pessoas com 68 anos.

"Sempre orei e tive muita fé que teríamos uma vacina e quando eu tive a oportunidade de ser vacinada, senti que foi um milagre", contou a jovem, que assim como o marido Irineu, que também tem apenas 23 anos, recebeu a vacina da Pfizer. "Fui vacinada no dia 27 de março e meu marido no dia seguinte. A vacinação está sendo rápida em nossa cidade, existe uma grande demanda e tivemos que ficar de olho para agendar a vacinação assim que liberou para a nossa faixa etária", detalhou.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »