14/04/2021 às 18h02min - Atualizada em 15/04/2021 às 00h00min

Os 7 pecados capitais para quem produz conteúdo nas redes sociais

As redes sociais são a melhor ferramenta para potencializar negócios e tornar uma empresa ou pessoa relevante

SALA DA NOTÍCIA Luna Marina Oliva da Conceição
https://www.nonstopproducoes.com.br/
Divulgação
Não há mais dúvidas de que as redes sociais são a melhor ferramenta para potencializar negócios e tornar uma empresa ou pessoa relevante em um determinado nicho. No entanto, crescer na internet demanda muito trabalho, dedicação, paciência e tempo. As coisas, naturalmente, não irão acontecer de um dia para o outro.

Neste meio, muitas pessoas acabam se desesperando e cometendo pecados gravíssimos, que podem atrapalhar o processo, tornando-o mais lento e complicado do que deveria ser. Pensando em ajudar quem está começando a evitar esses erros, a Non Stop, maior agência de influenciadores digitais da América Latina, lista os sete pecados capitais para quem produz conteúdo na internet.

Avareza
Você acabou de chegar e já quer comprar seguidores para crescer rápido? Calma, não é assim que funciona! Essa manobra é inútil e irá prejudicá-lo tanto agora quanto futuramente. Quando um perfil compra seguidores, ele possui quantidade, mas não qualidade. Ou seja, muitas pessoas o seguem, mas não consomem verdadeiramente aquele conteúdo, e o poder de influência não é real. O ideal é crescer de maneira transparente, conquistando seguidores e fãs realmente interessados no conteúdo que produz e que possuem potencial para se tornarem consumidores do que você produz ou vende.

Gula
Não adianta nada estar em todas as redes sociais possíveis e não ter tempo suficiente para se dedicar e se tornar relevante em todas elas. Escolha as mídias que fazem sentido para o público que deseja atingir e foque nelas. Assim, você estará aparecendo para as pessoas certas, com o conteúdo certo, no momento certo!

Ira
Não se submeta aos institutos primitivos e não perca tempo com pessoas e comentários que não agregam em nada! Não fique com raiva, ou gaste energia, com os famosos haters. Dedique o seu tempo e esforço para quem realmente pode trazer críticas construtivas e fazer o seu trabalho melhorar.

Preguiça
A base das redes sociais é a interação. Então é necessário ser todos os dias ativo: postar no feed, nos stories, iniciar conversas e, sobretudo, responder aos seguidores. É essa troca que fará você ou a sua marca crescer e transformar os números em verdadeiros fãs do seu negócio.

Luxúria
Não comece a trabalhar com as mídias sociais já pensando no que vai conquistar no futuro, como dinheiro, poder ou fama. As redes podem até proporcionar tudo isso, mas não são a solução mais rápida e esses não podem ser os seus únicos e principais objetivos. Pense, antes de tudo, no que deseja agregar na vida das pessoas e o que pode mudar para melhor com a sua influência. Pense em uma estratégia positiva e que funcione a longo prazo.

Inveja
Não há nenhum motivo para invejar os seus concorrentes. Na internet há espaço para todos crescerem: por isso, foque em você, em se tornar uma pessoa e profissional melhor a cada dia, em produzir sempre o melhor conteúdo para os seus seguidores e trazer algo de realmente relevante e positivo para a casa das pessoas. Isso te fará único.

Soberba
Deixe o orgulho de lado e por mais que você já tenha um público fidelizado, ou a sua marca seja a melhor no seu ramo de atuação, nunca deixe de ouvir o que os seus seguidores têm a dizer. Obviamente a sua conta é o seu espaço, mas entrar nas redes sociais quer dizer que está aberto para ouvir diversas opiniões e, por isso, trate isso de maneira positiva e com muita leveza, para que consiga crescer e se tornar referência.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »