16/04/2021 às 15h45min - Atualizada em 19/04/2021 às 00h00min

CDL/BH doa capacetes que reduzem internações de Covid-19 para hospitais da capital mineira

SALA DA NOTÍCIA CDL/BH - Assessoria de Imprensa
assessoriadeimprensa@cdlbh.com.br
Divulgação governo do Ceará
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) vai doar 80 Elmos, nome dado aos capacetes que foram criados com o objetivo de reduzir as internações de pessoas contaminadas pela Covid-19, para hospitais públicos e filantrópicos da capital mineira. Serão contemplados seis hospitais com dez unidades cada um e outros 20 serão doados para a Prefeitura de Belo Horizonte. A entidade, que também representa o setor de comércio e serviços de Nova Lima, vai doar dez equipamentos para a prefeitura daquela cidade.

O capacete Elmo é um dispositivo de suporte ventilatório não invasivo capaz de manter uma pressão positiva nas vias aéreas através da oferta de alto fluxo de oxigênio e ar medicinal, reduzindo consideravelmente o esforço respiratório do paciente. O equipamento é colocado na cabeça do paciente e possui acesso para a entrada de oxigênio, permitindo que ele respire com menos esforço.

No Brasil, o Elmo foi criado por pesquisadores do Ceará e foi utilizado pela primeira vez na crise de Manaus, que ocorreu em janeiro.  Já está comprovado que o uso do equipamento diminui em até 60% a intubação de pacientes de Covid-19, reduzindo a ocupação de leitos de UTI para o tratamento da doença.  Além disso, o Elmo pode ser esterilizado e reutilizado em outros pacientes, além de aumentar a segurança dos profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus.

Segundo o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, “sem dúvida alguma o equipamento vai salvar muitas vidas e auxiliar bastante no trabalho dos profissionais de saúde”. A CDL/BH já fechou a compra dos Elmos e vai divulgar hoje ainda os hospitais que receberão o equipamento. 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »