13/05/2021 às 11h42min - Atualizada em 13/05/2021 às 11h42min

​COLUNA | "Enchente promete ser a maior de todos os tempos"

REDAÇÃO - BDC NOTICIAS.
REDAÇÃO
Foto: Silas Laurentino / BDC Notícias
Na última segunda-feira o rio Negro atingiu o nível de 29,47 metros, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e até então faltavam apenas 50 centímetros para alcançar os 29,97 metros da maior enchente que se tem registo, ocorrida no ano de 2012. No Amazonas, 82% dos municípios já foram afetados e vários, incluindo Autazes, já decretaram estado de emergência, tendo em vista os efeitos catastróficos que essa grande enchente já está causando. 

Nas cidades, especialmente em suas áreas mais baixas, muitos pontos já foram afetados, casas já foram inundadas, famílias estão sendo obrigadas a abandonar seus lares e há casos, como dos municípios Careiro da Várzea e Anamã, por exemplo, em que 100% de suas áreas urbanas já estão alagados. É oportuno lembrar que já vivenciamos, talvez até em escala menor, essa experiência amarga em 2012. Portanto, é imperativo que os governos estejam com planejamento alinhado, já em fase de execução, para contemporizar o máximo possível os danos estarrecedores que esse fenômeno da natureza infelizmente irá nos deixar. 

Na zona rural, a agricultura e a pecuária, que são setores importantes da economia, também já sofrem abalos terríveis, com a perda de áreas produtivas, plantações tomadas pelas águas, perda de pastagens. E, com isso, aumenta a escassez de alimentos para os rebanhos bovinos e bubalinos, diminui a oferta de carne, leite, queijo, seus derivados, resultando em aumento de preços desses produtos no mercado, e, por sua vez, aumenta, também, o desemprego no setor primário.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »