04/10/2021 às 16h47min - Atualizada em 04/10/2021 às 16h47min

Buser chega ao Amazonas oferecendo preço baixo e conforto nas estradas

Maior plataforma de intermediação rodoviária do País começa a operar no estado conectando Manaus a Boa Vista (RR)

Expectativa é transportar cerca de 10 mil passageiros no estado em 2022 - Divulgação Buser

Apostando na retomada econômica com o avanço da vacinação no Brasil, a Buser deu início a um plano de expansão para chegar ao Amazonas. Maior plataforma de intermediação rodoviária do país, a empresa oferece a partir de amanhã (30) viagens ligando a capital Manaus a Boa Vista (RR). A expectativa é transportar cerca de 10 mil passageiros ao longo do próximo ano dentro dessa rota.

As saídas serão às segundas, quintas, sextas e domingos, a partir de um ponto de embarque e desembarque estruturado para a operação, fora da rodoviária. Além de custar cerca de metade do preço das viagens em viações que atuam no modelo de concessão, a plataforma também distribuirá cupons nas redes sociais, site e aplicativo, com direito à primeira viagem grátis, como parte da estratégia para conquistar esse novo mercado.

O lançamento faz parte de um plano maior de expansão no Norte, que também inclui estreia da Buser nos estados do Acre, Pará, Rondônia e Roraima. Ao todo, serão 24 trechos, conectando 13 novas cidades na região. Com isso, a empresa passa, oficialmente, a oferecer viagens em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, seja com o modelo de fretamento colaborativo, modalidade na qual os passageiros dividem a conta final da viagem, seja com o marketplace, serviço em que a startup vende passagens em parceria com viações tradicionais, que atuam em rodoviária. 

“Queremos levar um transporte mais acessível, confortável e seguro aos passageiros que estão no Norte. Fico mais feliz ainda em poder anunciar que, com esse lançamento, agora estamos oficialmente em todos os estados brasileiros com os nossos serviços”, afirma Marcelo Vasconcellos, co-fundador da Buser. 

A Buser, que hoje conecta mais de 550 cidades, planeja continuar expandindo suas operações, criando 10 mil trechos e conectando 1.000 cidades até o final do ano, incluindo tanto o serviço de fretamento quanto o de marketplace. O plano de expansão da startup, que vem crescendo mais de 30% ao mês em termos de volume de passageiros desde o primeiro semestre, está ancorado na captação de mais de R$ 700 milhões (realizada em junho deste ano), e na retomada do setor de turismo, que começa a dar sinais de melhora com o avanço da vacinação.

Mais segurança nas estradas

Além do preço baixo, outro destaque da plataforma em relação às viações tradicionais é o uso da tecnologia para tornar as viagens mais seguras. Todos os ônibus parceiros da Buser contarão com o sistema de telemetria, ferramenta que permite o controle da velocidade em tempo real. Caso o motorista ultrapasse 90 km/h, é ativado um aviso sonoro no veículo para alertá-lo, e a Buser aplica uma multa à empresa dona do ônibus. Isso ajuda a evitar acidentes, e a identificar se um veículo quebrou, se chegou ou se saiu com atraso.

A Buser também está instalando nos veículos câmera com sensor de fadiga, um equipamento que usa tecnologia de ponta no segmento de viagens de ônibus, capaz de detectar níveis de cansaço dos motoristas.

Modelo legal e necessário

No modelo da Buser, os ônibus parceiros, que pertencem a empresas de fretamento, dispõem de todas as licenças necessárias e fazem o recolhimento de tributos em dia, o que gera importante receita aos cofres públicos. Todos os veículos são regularizados, novos e modernos.

“Trata-se de um modelo ainda novo no país, que de fato está revolucionando o mercado de viagens rodoviárias, tanto pela questão do preço quanto pela experiência que proporcionamos. Nosso objetivo é unicamente beneficiar a população, tornando o transporte mais acessível. Por isso, agradecemos os parceiros que estão entrando conosco nessa missão”, afirma Vasconcellos.

Sobre a Buser

Fundada em 2017, a Buser nasceu com a missão de promover serviços de transporte melhores e a preços mais acessíveis. Nos três primeiros anos de atividade, a empresa promoveu o fretamento colaborativo com uma plataforma para conectar viajantes a empresas de ônibus na qual os passageiros dividem a conta final do fretamento. Nos últimos meses, a startup evoluiu, passando a ser uma plataforma de mobilidade coletiva multisserviços, atuando também como marketplace de passagens, em parceria com grandes companhias, e agora com o Buser Encomendas. A Buser conta com mais de 400 parceiros (entre fretadores e viações maiores), utilizando aproximadamente 1.200 ônibus. A startup já conta com mais de 4 milhões de pessoas na plataforma digital. Para mais informações, acesse: www.buser.com.br.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »