07/10/2021 às 11h22min - Atualizada em 08/10/2021 às 00h01min

Estoques de leite materno estão baixos na Maternidade Brasília

Banco de Leite da Maternidade Brasília precisa de mais doação para bebês internados na UTI Neonatal

SALA DA NOTÍCIA Pollyana Cabral
Maternidade Brasília
Estoques de leite materno estão baixos na Maternidade Brasília

Banco de Leite da Maternidade Brasília precisa de mais doação para bebês internados na UTI Neonatal
​​
Quando um bebê nasce prematuro, há grandes chances de ele não conseguir mamar no peito da mamãe logo nos primeiros dias de vida. Isso acontece por vários fatores, a fragilidade do bebê prematuro e a demora para o leite da mamãe “descer” são alguns deles. Na Maternidade Brasília, os bebês prematuros recebem os cuidados da equipe do Centro de Terapia Intensiva Neonatal (Cetin). Graças ao leite doado por muitas mamães ao Banco de Leite da maternidade, é possível oferecer leite humano aos pequenos que são internados.


Além disso, a atuação do Banco de Leite na UTI Neonatal não consiste só em distribuir o leite processado, mas em também orientar todas as mães que estão com seus bebês na UTI, para iniciar o quanto antes o estímulo da produção láctea. O leite materno é o alimento padrão ouro para um recém-nascido, e isso vale principalmente para bebês que nascem antes de completar as 40 semanas de gestação.

Em tempos de pandemia, os estoques dos bancos de leite humano estão baixos, porque há e receio das mães com relação à amamentação. “O leite humano é o melhor sustento que podemos oferecer aos nossos recém-nascidos prematuros ou doentes nas UTI’s neonatais. Além de ter excelente valor nutricional, ele também possui diversos fatores de proteção que auxiliam no combate de doenças, infecções e estimula o desenvolvimento do sistema imunológico dos bebês, não é preciso parar de amamentar nem de doar”, explica a pediatra e coordenadora do banco de leite da Maternidade Brasília, Sandi Sato.

A boa notícia é que 1 pote de (contendo em média 300ml) de leite materno pode alimentar até 10 recém-nascidos em um dia. A médica ressalta que o processo de doação é 100% seguro e que muitas vezes um pouco de leite já é o suficiente para salvar a vida de um bebê prematuro. “Eu posso assegurar que toda doação passa por um processo de pasteurização e tem critérios rigorosos de controle de biossegurança e qualidade. Fazemos tudo com muito cuidado para que assim possamos oferecer o melhor leite possível para os nossos bebês”, explica. Além disso, a Maternidade Brasília pode buscar as doações nas casas das mães, evitando o deslocamento e garantindo segurança para as doadoras.

A Maternidade Brasília possui certificação pela Rede Brasileira de Banco de Leite, onde são avaliados anualmente o treinamento da equipe, espaço físico, equipamentos obrigatórios e fluxo de processos. Além disso, tem grupo de apoio à amamentação disponível 24 horas por dia, com uma equipe multidisciplinar especializada na orientação às mães. Para mais informações e para marcar a retirada das doações, o telefone de atendimento é (61) 2196-5300.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »