08/10/2021 às 15h50min - Atualizada em 10/10/2021 às 00h00min

Principais linguagens de programação: O que aprender para ter sucesso como desenvolvedor

Daniel Kriger, CEO da Kenzie Academy Brasil, destaca as linguagens de programação mais utilizadas no mercado e indica quais habilidades desenvolver para iniciar a carreira com o pé direito

SALA DA NOTÍCIA Redação
https://kenzie.com.br/
Kenzie Academy Brasil

Outubro de 2021 - As linguagens de programação são a base  do trabalho do desenvolvedor, por isso, são fundamentais para quem deseja iniciar uma carreira em tecnologia. Segundo uma pesquisa realizada pela SlashData, a linguagem de programação mais popular entre os profissionais de TI é o JavaScript, com 13,8 milhões de adeptos, seguido pelo Python, utilizado por 10,1 milhões de desenvolvedores. 

As duas linguagens têm em comum a versatilidade, já que é possível realizar diversos comandos e realizar vários projetos a partir desses códigos. Em outras palavras, seus usos estão sempre atrelados ao uso de outras tecnologias, o que expande ainda mais suas capacidades. “O JavaScript, por exemplo, que sempre foi uma linguagem de programação front-end, hoje já pode ser encontrada em códigos back-end graças ao grande número de bibliotecas e frameworks disponíveis”, explica Daniel Kriger, CEO da Kenzie Academy Brasil, escola de programação com o objetivo de ofertar ensino de qualidade para quem deseja trabalhar na área da tecnologia.

Mas, é preciso ter em mente que apesar dessas linguagens serem as mais populares, há outras que têm aplicações específicas para determinados objetivos e que podem ser muito úteis dependendo da finalidade e área de atuação do profissional. Entre os frameworks de programação mais populares estão o  jQuery, React.js e  a Angular. Para as bibliotecas, o pódio fica para Node.js, .NET e .NET Core e para os bancos de dados, os favoritos são o MySQL, PostgreSQL e Microsoft SQL Server.

Desenvolver a habilidade técnica de programar com algumas das principais linguagens é fundamental, mas é importante considerar a rápida transformação do mercado e estar sempre disposto a aprender coisas novas, afinal as mudanças são frequentes no setor. Além disso, Kriger destaca que ter pressa para aprender tudo rapidamente pode acabar atrapalhando. “Tentar aprender tudo sobre programação em um curto período de tempo pode não agregar tanto conhecimento. A programação exige dedicação contínua e é preciso aprender um assunto de cada vez. Querer aprender tudo ao mesmo tempo não traz resultados e pode gerar frustração”. 

Além das habilidades técnicas de programador, desenvolver soft skills são fundamentais para qualquer carreira de sucesso, incluindo este segmento. Atualmente, o mercado está mais atento às habilidades comportamentais, pois sabe o quanto elas podem influenciar no sucesso dos negócios. Quando elas são bem desenvolvidas, certamente o profissional apresenta uma boa performance. “As organizações buscam, cada vez mais, colaboradores autônomos e com iniciativa. Portanto, as soft skills, estão gradativamente em evidência. Considerando que o mercado de tecnologia é altamente competitivo, a área exige o desenvolvimento de muitas habilidades interpessoais. Algumas que acredito serem as mais impactantes são: comunicação eficaz, trabalho em equipe, aprender a aprender, como resolver problemas, flexibilidade, desenvolvimento pessoal e perseverança”, conclui Kriger.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »