11/11/2021 às 17h49min - Atualizada em 12/11/2021 às 00h00min

A Importância da Drenagem Linfática no Sistema Circulatório

Já conhecida pelos seus inúmeros benefícios, a técnica tem como objetivo limpar o sangue de impurezas, oxigenar os tecidos, reduzir hematomas e eliminar toxinas, além de promover excelentes resultados estéticos no combate à celulite e melhora na autoestima

SALA DA NOTÍCIA Alvaro Vinicius Ferreira Lordelo
Pexels.com
Um sistema linfático ativo e saudável usa os movimentos naturais do tecido muscular liso para ajudar a eliminar os resíduos do corpo. Entretanto, cirurgias, condições médicas adversas ou outras condições de saúde podem causar o acúmulo de fluidos, geralmente nos braços ou nas pernas, onde pode causar inchaço, problema conhecido como linfedema.
Além de atuar para diminuir e eliminar os linfedemas, a técnica traz diversos benefícios a quem a pratica, combatendo sintomas ligados à fibromialgia, inchaço ou edema, doença de pele, fadiga, insônia, estresse, problemas digestivos, artrite e episódios de enxaqueca.
Além disso, combate a celulite; ajuda na recuperação de lesões; favorece a cicatrização; reduz hematomas; melhora a circulação sanguínea; oxigena os tecidos; elimina toxinas; prevenir aderências cicatriciais após cirurgia plástica; e até melhora a autoestima.

Em função desta lista de processos positivos, a drenagem linfática tem atraído cada vez mais pessoas no Brasil, e a cidade de São Paulo, em especial, tem se destacado como um dos principais polos de clínicas, spas e centros de estética, que oferecem a terapia.
Na capital, bairros como Itaim, Moema, Itaim Bibi, Vila Nova Conceição, Saúde, Santo Amaro, Higienópolis e a região da Vila Mariana têm se notabilizado por abrigar os mais diversos espaços destinados a massagens. 

O massagista pode realizar manobras que incluem movimentos circulatórios com os dedos, círculos com o polegar, pressão e deslizamento em forma de bracelete, ou movimento de bombeamento. A drenagem pode ser feita em todo corpo, ou somente numa área de tratamento, com as mãos ou com o uso de aparelhos específicos para drenagem linfática.
É indicada ainda durante a gravidez; por lesões e traumatismos nos músculos, tendões ou articulações; durante o período menstrual; após qualquer cirurgia; e devido ao consumo excessivo de sal e pouca ingestão de água. 
Há dicas importantes a serem seguidas durante uma sessão de massagem linfática. Para o profissional, é essencial que use uma pressão suave e não pressione com força suficiente para sentir os músculos; mantenha as mãos relaxadas; não massageie áreas inchadas ou infectadas e não massageie áreas do corpo que foram submetidas a tratamento contra câncer.
Para quem recebe a massagem, é fundamental ingerir bastante líquido, de preferência de dois a quatro 4 copos de água, após cada massagem, para ajudar na lavagem do corpo.
Por fim, nunca é demais lembrar: a técnica não é recomendada para quem tem insuficiência cardíaca congestiva, história de coágulos sanguíneos ou derrame, infecção atual e problemas de fígado e nos rins.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »