12/11/2021 às 17h45min - Atualizada em 13/11/2021 às 00h00min

Consumidor brasileiro é dos mais receosos da América Latina em relação a compras presenciais; País lidera tendência das compras online

Segundo estudo da Sensormatic Solutions, enquanto metade dos consumidores da região pretende visitar lojas físicas antes do Natal, 37% ainda se declaram preocupados com a pandemia de Covid-19

SALA DA NOTÍCIA Pedro Carvalho

Quase metade dos consumidores latino-americanos planeja fazer compras em lojas físicas no fim de ano, apesar da preocupação com a pandemia de COVID-19. Os dados são de uma pesquisa anual realizada pela Sensormatic Solutions, empresa global especializada em tecnologias para o varejo, que pertence ao conglomerado Johnson Controls. Para antecipar o comportamento dos consumidores da região no período de festas, o levantamento analisou informações de mais de 1600 entrevistados no Brasil (401), Chile (406), Colômbia (400) e México (405). 

A pesquisa mostra que, apesar da preocupação com a pandemia, 47% dos consumidores farão compras em lojas físicas nesta temporada de fim de ano.  Por trás desse resultado, segundo os entrevistados, estão a vontade de explorar os produtos por meio da visão e toque, uma tendência  principalmente na Colômbia (43%) e México (33%), e a possibilidade de pesquisar ideias para presentes, um comportamento consistente em todos os países, embora seja mais popular no Chile, com 24%. Isso mostra que, na América Latina, os consumidores ainda usam seus sentidos no processo de compra. 

No entanto, o estudo também mostra que, apesar das compras em lojas representarem quase a metade das compras totais, 18% dos consumidores se declaram muito preocupados e 37% preocupados com a crise sanitária. Somada ao distanciamento social, essa incerteza gera um impacto significativo nas visitas às lojas para a próxima temporada de fim de ano. Enquanto 56% dos entrevistados pretendem visitar lojas físicas na Colômbia, os outros países da região mostram uma preocupação maior, com um aumento no número de pessoas que participaram do estudo do ano passado dizendo que não irão visitar as lojas, especialmente no México (14%) e no Brasil (11%).

À semelhança do ano passado, existe uma grande concentração de pessoas com intenção de começar a fazer suas compras de fim de ano em novembro. Esse índice, que é de  42% neste ano, é menor que os 51% registrados no ano passado. Paralelamente, a  intenção de compra parece se deslocar para o mês de outubro, que apresenta um aumento aproximado de 7% para todos os países na  comparação com 2020. 

"À medida que os consumidores adiantam suas compras, os picos típicos de tráfego das festas devem se reduzir, enquanto a  movimentação se divide por mais dias ao longo do período", disse John Gregg, vice-presidente e gerente geral da Sensormatic Solutions para a América Latina. “Também esperamos ver o retorno das compras durante a semana,  tendência iniciada no ano passado, quando mais consumidores aproveitaram ao máximo os horários flexíveis de trabalho remoto para fazer compras nos dias e horários que pareciam ser menos movimentados ou lotados nas lojas. Os varejistas podem se preparar melhor para essa tendência implantando tecnologia para conhecer os padrões de compra previstos e implementar estratégias na loja para atender seus clientes.”

Crescimento dos canais online

A pesquisa também indicou que uma média de 67% dos compradores online vai aproveitar a entrega em domicílio no período, disposição liderada por  Brasil (73%) e  Chile (65%).  As compras online com retirada na loja respondem por 29% de intenção de uso, com destaque para o Chile,  com 40%. “Esperamos mais compras sem necessidade de contato com o caixa e serviços de comércio unificado como compras online nesta temporada de fim de ano, porque saúde e segurança são fundamentais”, disse Gregg. “Nesta temporada de festas, é mais importante do que nunca  os varejistas adotarem uma tecnologia inteligente que lhes permita aproveitar os dados de toda a empresa para atender às expectativas dos consumidores de ter experiências de varejo personalizadas, confortáveis ​​e perfeitas, tanto na loja quanto online.”

De forma geral, com os resultados da pesquisa, a Sensormatic Solutions descobriu que as lojas localizadas em áreas comerciais (ruas) e as lojas online se destacam como as melhores opções para as compras nesta temporada de fim de ano. As áreas comerciais são indicadas pelo México, com 47%, e as lojas online pelo Brasil (45%). No entanto, os shoppings apresentam uma percentagem muito semelhante à das lojas online, indicado principalmente pela Colômbia (41%), onde, adicionalmente, os outlets ou lojas de ofertas também são uma boa opção (36%).

Seja compra presencial,  virtual ou uma mistura de ambas as tendências, a verdade é que esta temporada de fim de ano vai apresentar novos desafios para os varejistas  em toda a região. A nova plataforma operacional inteligente para retail Sensormatic IQ será um componente vital para ajudar a resolver desafios complexos relacionados à confiança, saúde e segurança do consumidor.

A pesquisa foi realizada com um total de 1612 consumidores distribuídos nas quatro principais cidades do México, Colômbia, Brasil e Chile.

Para obter mais informações sobre as previsões da Sensormatic Solutions para a temporada de fim de ano, você pode baixar a Pesquisa anual de consumo durante a temporada de fim de ano América Latina 2021.




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »