18/11/2021 às 18h02min - Atualizada em 19/11/2021 às 00h00min

Novas tecnologias possibilitam garantir a qualidade do ar com eficiência energética

Fundamental para evitar a disseminação de vírus e contaminantes, a renovação do ar precisa otimizar o consumo de energia

SALA DA NOTÍCIA Monica Pileggi
A pandemia do coronavírus impôs necessidades e desafios em várias frentes. Uma delas diz respeito à qualidade do ar em ambientes fechados e à eficiência dos sistemas de climatização para filtrar o ar e garantir um ambiente saudável. O aumento nas taxas de renovação de ar é fundamental para evitar contaminação nos sistemas de ar-condicionado.

A recomendação passou a ser aumentar, ao máximo possível, as taxas de renovação de ar, mantendo o controle de temperatura e umidade, assim como o eficiente funcionamento da filtragem de ar. Renovar o ambiente, trazendo mais ar externo, faz com que o sistema de ar-condicionado tenha de gastar mais energia assim como acontece quando é necessário aumentar a filtragem.

Em um cenário de esforço global para reduzir o consumo de energia e a consequente emissão de gases causadores do efeito estufa, a questão se torna ainda mais complexa. Adicionalmente, vivemos no Brasil a mais severa crise hídrica e o aumento das tarifas de energia. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o aumento acumulado no preço da energia elétrica desde o início do ano chega a 25%. 

Nesse contexto desafiador, os sistemas de renovação de ar precisam atender a requisitos básicos para garantir a eficiência no tratamento do ar externo com o menor consumo de energia possível.

O primeiro passo para isso é um sistema bem projetado e corretamente dimensionado. O controle da umidade também é fundamental para evitar a proliferação de fungos, ácaros e outros patógenos, como vírus.

Segundo Rafael Dutra, coordenador de aplicação da Trane ®, existem tecnologias para preservar a qualidade do ar com boa eficiência energética, desde filtros mecânicos com menores perdas de pressão que retém partículas e elementos ativos para combater contaminantes, até dispositivos de limpeza ativa do ar como o uso de peróxido de hidrogênio seco. “A economia de energia também pode ser obtida com recuperadores de calor e sistemas de tratamento do ar externo”, afirma.

A Trane possui um amplo portifólio de soluções em climatização para fornecer aos usuários das edificações um ambiente confortável, com boa qualidade do ar e de forma eficiente. As unidades de tratamento de ar WAVE doble e a linha modular CLCF são consolidadas no mercado e conhecidas por contribuírem com um ar de qualidade podendo receber diversas tecnologias de filtragem e purificação do ar. Com modernos conceitos de projeto e sistemas de controle de última geração, a Trane oferece o que há de melhor no mercado aliando eficiência e ar de qualidade.

A eficiência energética depende ainda da escolha de equipamentos de alta performance que atendam à demanda de resfriamento necessária para o ambiente e da configuração adequada.

Além das soluções já citadas, a Trane está lançando uma campanha de conscientização com o mote “Eficiência e sustentabilidade, nós sabemos por onde começar.” O objetivo é pensar formas de redução do consumo de energia, gerar maior entendimento do ciclo de vida dos edifícios e, consequentemente, garantir o funcionamento eficiente do sistema de climatização do empreendimento.”, afirma Adriana Pineda, coordenadora de marketing da empresa. A campanha contará com uma série nos canais sociais da empresa chamada “Superando a crise hídrica” além de vídeos informativos da liderança.


Sobre a Trane®

A Trane® possui soluções que otimizam ambientes internos com um amplo portfólio energeticamente eficiente em aquecimento, ventilação e sistemas de ar-condicionado, serviços de construção e contratação, suporte de peças e controle avançado. Fundada em 1885, conquistou sua posição como pioneira no controle de temperatura nos últimos 100 anos. Para mais informações: www.trane.com.br

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »