24/11/2021 às 10h33min - Atualizada em 24/11/2021 às 12h20min

Barômetro Verisure: invasões no mês de outubro foram maiores em Curitiba (a estabelecimentos comerciais) e Salvador (a residências)

No mês de outubro, do total de registros de invasões ocorridas na base de clientes da Verisure 87,74% foram a estabelecimentos comerciais e 17,26% a residências

SALA DA NOTÍCIA Rosangela Manchon
https://www.verisure.com.br
Divulgação
A Verisure, líder europeia em alarmes monitorados, informa ao mercado os dados de outubro de seu indicador de segurança chamado barômetro. O informativo é utilizado como ferramenta de otimização para a área de operações da companhia. Ela auxilia, também, na compilação de dados sobre os dias e horários em que a central receptora de alarmes recebe mais alertas de disparo dos equipamentos instalados em seus clientes nas cidades onde a empresa atua: Recife, Salvador, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Grande São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.
 
Em outubro, do total de registros de intrusões ocorridas em sua base de clientes, as invasões a residências ocorreram mais nas madrugadas, às sextas-feiras (entre 2h e 4h), já no segmento de negócios, as intrusões prevaleceram também às sextas-feiras (entre 2h e 4h). No mês, do total de registros de invasões ocorridas em sua base de clientes, foram registradas 17,26% de intrusões a residências e 82,74% a estabelecimentos comerciais. A cidade que mais sofreu percentualmente invasão a residências em outubro foi Belo Horizonte (com 0,34%). Já a cidade de Curitiba registrou percentualmente mais intrusões em estabelecimentos comerciais (com 1,18%).

Segundo o Barômetro Verisure, de janeiro a outubro deste ano, do total de disparos que de fato representaram invasões ocorridas em sua base de clientes, nas residências representaram 19,07% dos registros e ocorreram mais às sextas-feiras à noite (entre 20h e 22h); já no segmento de negócios, as invasões representaram 80,93% e ficaram concentradas às segundas-feiras pela madrugada (entre 2h e 4h). De janeiro a outubro, a cidade que mais sofreu invasão a negócios percentualmente foi Salvador (1,24%). Já em residências, a cidade que mais registrou percentualmente intrusões foi Goiânia (0,31%).

Os dados apresentados nos gráficos acima são captados por tecnologia disponibilizada pela Verisure aos clientes, que conta com equipes full time em análises, inovação tecnológica, que auxiliam o mercado a entender a demanda de alarmes e, principalmente, a melhorar a oferta de serviços de forma a continuar garantindo o objetivo da empresa que é a de proteger o que realmente importa: as pessoas.

 
Dicas de segurança
Sempre preocupada em proteger a segurança de seus clientes, a Verisure fornece algumas dicas simples, mas que podem ajudar a evitar uma invasão, o que somadas aos serviços por ela prestados ajudam os consumidores a ter o mínimo de tranquilidade:
-Evite que os ladrões monitorem seus hábitos. Procure sair e chegar em casa em horários diferentes. Isso evita que, se houver uma pessoa mal-intencionada monitorando seus movimentos, ele desconheça sua rotina.
- É muito importante verificar se todas as entradas da casa estão completamente fechadas antes de viajar ou sair para trabalhar. Se possível reforce a segurança com grades e trancas extras.
-Verifique o estado de portas e janelas. As fechaduras e dobradiças tendem a deteriorar-se com o tempo. A revisão reforçará a segurança da casa durante sua ausência. E feche a porta rodando a chave até o fim, para evitar a abertura com algum instrumento pontudo.
-Não poste informações sobre suas férias nas redes sociais. Isso evitará dar pistas sobre viagens e ausências a ladrões em potencial.
-Não deixe objetos de valor à vista, perto de janelas ou em locais onde podem ficar visíveis pelo lado de fora das casas. A fácil visualização de algum item de alto custo pode aumentar a tentação dos ladrões.
-Deixe a aparência de residência habitada durante sua ausência, como uma cortina levantada ou peça a um vizinho que recolha a correspondência na caixa de correio ou o jornal caído no chão. Se precisar, interrompa a entrega do jornal enquanto estiver fora. O ideal é incluir um sistema automático que, por exemplo, acenda e apague as luzes durante à noite e o dia. Também é importante desviar as chamadas do telefone fixo para o celular. Um telefone que não para de tocar significa que não há ninguém em casa.
-Garanta a iluminação externa à noite. Ter algum ponto de luz externo reduz o risco de roubo.
-Não se esqueça de acionar o alarme ou sistema de vídeo de vigilância durante as férias, se tiver; ou peça a um familiar ou amigo que visite a sua casa para verificar se está tudo em ordem.
A Diretora de Marketing da Verisure, Mariana Maaze, explica que o ideal de segurança é aquele que combina conservação da residência com elementos eletrônicos. “Fechaduras trocadas com frequência, portas, janelas e grades conservadas, deixam as residências menos expostas. Os elementos eletrônicos são inibidores de intrusões e, caso o ladrão decida finalmente invadir o local, são levados a abandonar a ideia, por causa de um alarme ligado a uma central receptora de alarmes, que dispara uma sirene e aviso à polícia em caso de intrusão”, explica Mariana. Este é o principal intuito da Verisure, inibir a invasão.
 
Sobre a Verisure
A Verisure é líder em soluções de alarmes monitorados na Europa. A empresa possui 4 milhões de clientes e 30 mil colaboradores nos 16 países da Europa e América Latina.
Em 2011, a Verisure chegou ao Brasil, iniciando suas operações com o mesmo padrão de qualidade do grupo multinacional a que pertence, na prestação de serviços e investimento em inovação tecnológica.
Desde então, tem expandido suas atividades para vários estados do Brasil. Hoje, a empresa atua em 9 estados e no Distrito Federal, que contam com monitoramento 24/7 e quase 2000 colaboradores dedicados à proteção dos clientes.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »