03/10/2018 às 20h37min - Atualizada em 03/10/2018 às 20h37min

Chegou a vez da estrada do Rosarinho receber asfalto.

Inicialmente serão 30 quilômetros de ramais asfaltados e 43,7 quilômetros revestidos com piçarra

Eduardo Sampaio
Redação
DroneBDCMaike/EduardoCamera
Chegou a vez da estrada do Rosarinho a recebe asfalto.

Inicialmente serão 30 quilômetros de ramais asfaltados e 43,7 quilômetros revestidos com piçarra

AUTAZES – O governo do estado autorizou a recuperação de mais 13 ramais na zona rural do município de Autazes, a 113 quilômetros de Manaus. O Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Oswaldo Said, que reuniu-se, com o prefeito de Autazes Andreson Cavalcante com lideranças rurais e representantes da região para entregar a ordem de serviço que a obra está sendo feita pela mesma empresa que também irá asfaltar o resto da cidade a empresa PONTUAL.

Demandas

A presença do secretário Oswaldo Said foi solicitada na epoca pelo prefeito do município, Andreson Cavalcante, após reunião com o governador Amazonino Mendes, em novembro de 2017, que se mostrou sensível às demandas apresentadas pelo prefeito de Autazes que com o seu empenho acreditou nas eleições suplementares no governo e hoje os frutos estão sendo colidos e quem ganha é o povo desta região que sonhava e hoje vive a realidade de ter o seu ramal asfaltado.


(OBRAS EM ANDAMENTO)

Os ramais beneficiados, inicialmente, serão os do Rosarinho, Igapenu, parte do Jatuá e do Mutuca, São Félix e Assupuranga, perfazendo um total de 30 quilômetros de ramais com revestimento asfáltico. Outros 43,7 quilômetros de ramais receberão tratamento em piçarra. São eles: o ramal ainda não batizado, chamado apenas “do 38”; HSL; Aturiá; Marechal Rondon; Curucupú; Santa Maria; bem como parte do Mutuca e do Jatuá. Estes dois últimos receberão revestimento em asfalto e piçarra.

"Edu em um ano e oito meses do meu governo a frente à prefeitura de Autazes, veja o quando Autazes já avançou, pense você a quanto tempo Autazes estava abandonada, sem apoio de nenhum governador, Autazes não tinha espectativa e nem esperança de um dia sair do que era, lembre de Autazes antes de 2017 e veja Autazes agora em 2018, quando eu assumi eu falei que faria um ano de levantamento para ajustar a máquina pública para que em 2018 agente juntos colocaria Autazes no que está se transformando, hoje é uma nova cidade que tem apoio das esferas Federais e Estaduais que antes não tinha pois Autazes vivia uma briga política que deixou o seu povo triste e abandonado, veja o quando já avançamos e vamos avançar com os nossos parceiros que juntos em uma só mão estamos reerguendo a nossa cidade e o nosso povo." Ressaltou Andreson Cavalcante prefeito de Autazes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »