04/01/2022 às 09h17min - Atualizada em 07/01/2022 às 20h50min

Redução no orçamento do DNIT deve comprometer manutenção das rodovias do Paraná

Rodovias do Paraná

SALA DA NOTÍCIA Bruna Machado
Ainda em tramitação, o projeto orçamentário do Governo Federal para 2022 prevê uma redução na destinação de recursos para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na ordem de 13,4% em relação a este ano. Em termos práticos, essa queda no orçamento da autarquia afeta todas as suas ações, em especial a recém assumida manutenção das rodovias federais paranaenses.

A discussão sobre o Orçamento está, atualmente, na fase de planejamento de emendas, e estão previstas duas obras para a construção de dois contornos rodoviários no Estado, em Maringá e Campo Mourão. Por outro lado, obras previstas para o Paraná foram canceladas, mostrando os primeiros impactos da diminuição dos recursos.

A manutenção da capacidade de atuação do DNIT é fundamental para a sua atuação no Estado, frente à absorção de 1.877 quilômetros de rodovias federais no Paraná após o fim dos contratos de concessão das rodovias junto ao Governo do Estado. Com a restrição orçamentária, ficam seriamente comprometidos os serviços necessários de conservação e recuperação das pistas, bem como de oferecimento de soluções que garantam a boa trafegabilidade, a segurança e o socorro dos usuários, prevista para serem realizadas até o fim de 2022.

A queda nos investimentos da infraestrutura rodoviária nacional não é recente. Para o orçamento do DNIT de 2021 também já havia sido observada queda, gerando inclusive paralisação de seu setor responsável por promover estudos de obras e intervenções para implementação ou melhoria de rodovias.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »