21/02/2022 às 10h38min - Atualizada em 21/02/2022 às 10h38min

Coluna do ​André Marsílio | BR-319: asfalto garante a preservação?

REDAÇÃO - BDC NOTICIAS.
REDAÇÃO
Caros leitores, estamos desde 2015 batalhando para tornar a rodovia plenamente trafegavel e pavimentada, porém uma das questões que aparece é: será que a floresta vai continuar? ou será que é possivel preservar a floresta? Com essas indações iniciais vamos discutir alguns pontos importantes: i) a rodovia BR-319 foi construída e não teve inicialmente nenhum projeto de colonização aos moldes de como ocorreu em Rondônia na rodovia BR-364 e no Pará com a Transamazônica, por isso que uma boa parte da rodovia tem as florestas preservadas e não vemos as famosas espinhas de peixe em todo o percurso; ii) o processo de ocupação que se iniciou a partir de 1972 ficou restrito as margens da rodovia, principalmente entre as cidades do Careiro até a cidade de Humaitá; iii) os solos com caractaeristicas distitnas de outras regiões do país e áreas alagadas não foram atrativos para investimentos para produzir alimentos; iv) os projetos de cupação que tiveram no trecho do meio da rodovia fracassaram como foi o caso do projeto governamental de Jose Lindoso para plantar Hevea brasilienses (seringueira) entre a 319 e a rodovia Manicoré (Hevelândia - Democracia), tal projeto não vingou, pois a rodovia apresentou problemas com a falta de manutenção e a retirada do pavimento, ficando intrafegavel ainda na década de 80. Hoje a rodovia poderia se tornar uma 364 ou Transamazônica? pensamos que NÃO, pois como já pontuamos a rodovia BR-319 não teve projetos de colonização aos moldes de como ocorreu nestas outras rodovias, além disso, devemos destacar que uma boa parte das florestas situadas nas margens da rodovia BR-319 foram delimitadas e transformadas em unidades de conservação com centenas e centenas de hectares, algo importente e que reforça ainda mais a preservação da floresta. O que falta realmente para garantir que não ocorra crimes ambientais, biopirataria, tráfico e conflitos é a pavimentação da rodovia e um processo de fiscalização por parte dos entes estatais, principalmente no gerenciamente das unidades de conservação.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »