15/01/2019 às 18h01min - Atualizada em 15/01/2019 às 18h01min

Bolsonaro marca posição política ao assinar decreto de armas.

Ampliar o acesso às armas era uma das principais promessas de campanha do Presidente. Decreto é o primeiro assinado pelo novo governo.

Portal R7
Portal R7
Bolsonaro marca posição política ao assinar decreto de armas.
Ampliar o acesso às armas era uma das principais promessas de campanha do Presidente. Decreto é o primeiro assinado pelo novo governo.

O presidente Jair Bolsonaro cumpriu uma das promessas de campanha dele nesta terça-feira (15), ao assinar o decreto que flexibiliza a compra e a posse de armas de fogo.

Em seu discurso, no Palácio do Planalto, Bolsonaro destacou que o decreto "trata especificamente da posse da arma de fogo", ou seja, autorização para que ela permaneça dentro da casa ou local de trabalho do proprietário.

"Outras coisas dependeriam obviamente de mudança na lei [via Legislativo]."

Sem citar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que era o mandatário quando houve o referendo de 2005 sobre o desarmamento, Bolsonaro disse que "o governo à época buscou maneiras em decretos e portarias a negar-lhes esse direito [de possuir arma em casa]".
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »