10/05/2022 às 14h19min - Atualizada em 12/05/2022 às 00h00min

Gringa de alma brasileira, Fefe Life lança clipe bem humorado e provocador, “Tu Votou em Quem? (Funk do Lula)”

Dinamarquesa fala de cultura a política em suas composições ácidas

SALA DA NOTÍCIA Nathália Pandeló Corrêa

Depois de chamar atenção com uma personalidade franca e bem humorada em seu canal de YouTube, a dinamarquesa Frederikke Palmgren, conhecida como Fefe Life, dá continuidade à carreira como cantora exibindo com orgulho seu posicionamento. “Tu Votou em Quem? (Funk do Lula)” é um som brasileiríssimo, onde a artista condiciona a escolha dos parceiros à afinidade política. A faixa ganha um clipe igualmente irreverente e chega às principais plataformas de música.

Assista ao clipe “Tu votou em quem?”: https://youtu.be/KoGKCzDeTr4

Faça o pre-save do single: https://distrokid.com/hyperfollow/fefelife/tu-votou-em-quem-funk-de-lula-2 

Fefe usou como inspiração o período em que esteve solteira no Rio de Janeiro. Após visitar a cidade pela primeira vez e decidir não usar a passagem de volta para casa, ela acabou trabalhando inicialmente no hostel onde se hospedou. Ao conhecer alguém novo, Frederikke sondava sua opinião sobre temas que considera inegociáveis. Agora, ela está casada com um brasileiro e tem um filho carioca, porém seus princípios não mudaram.

“O posicionamento fala muito sobre uma pessoa. Eu, por exemplo, sou muito a favor dos direitos LGBTQIA+ e se uma pessoa não for, eu não vou querer beijar essa pessoa porque é um valor super importante para mim. Mesmo que digamos que política e amizade não devem se misturar, acho que pode sim misturar, dependendo do candidato e o quão extremo ele é. Eu peguei esse assunto e produzi um funk bem brincalhão, falando do assunto do modo que eu sei contar, com música. Eu acho que podemos ainda usar música para nos posicionar”, resume Fefe, que irá direcionar 20% dos lucros deste single em seu primeiro ano para a Casa Nem do Rio de Janeiro, um espaço de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade social.

Para combinar com a música, o clipe segue a mesma estética retrô e bem humorada da capa e da produção. O vídeo foi gravado pela própria artista usando um tripé e uma tela verde. Suas três versões passeiam por cenários que muitos brasileiros reconhecerão.

“As imagens atrás de mim refletem o Brasil que eu vivi além das zonas turísticas, eu joguei fotos de lugares especiais que frequentei e que são importantes para mim. Além disso, também tem imagens de lanchonetes e motéis, simplesmente porque são conceitos brasileiros que não temos aqui na Europa e eu adoro!”, recorda Fefe.

Há quatro anos, a dinamarquesa começou a publicar seus clipes de funk, mostrando uma relação já próxima com a nossa cultura de rua. Todas as músicas são produzidas por ela mesma, indo de autorais a covers - o programa Casos de Família inspirou uma faixa, as batidas em 150 bpm também marcam presença, bem como a vinheta musical do metrô do Rio, a bebida Guaravita e até “Metamorfose Ambulante”, de Raul Seixas, ganha uma versão funk. Porém, tudo mudou com a pandemia.

Assista ao clipe “Metrô Rio”: https://youtu.be/03vhFDp7tH4

Assista ao clipe “O funk da Guaravita”: https://youtu.be/vYTFJ4BKfWg

Assista ao clipe “O funk de Casos de Família”: https://youtu.be/_Hwu16yU3mQ 

Quando descobriu estar grávida do primeiro filho, Frederikke morava na favela Tabajaras, em Copacabana, com seu esposo. Decidiu voltar para a Dinamarca para estar mais próxima de seus familiares neste momento, porém, com as fronteiras fechadas, o casal só conseguiu chegar até a Suécia, onde tem vivido desde então - mas ainda com planos de voltar ao Brasil. Apesar disso, Fefe permaneceu na ativa com seu conteúdo sobre o país, registrando no canal do YouTube desde a criação de seu filho brasileiro em um lugar estrangeiro até a reação dos suecos a nomes como Anitta.

Além de falar abertamente nos vídeos de sua visão crítica sobre o atual presidente do Brasil, ela incorpora esse discurso nas canções que lança. As opiniões de uma gringa sobre o país são bem recebidas, em especial sobre tópicos cotidianos. Porém, quando o assunto muda para política, Frederikke recebe comentários hostis por se posicionar abertamente contra Bolsonaro. “Sou gringa sim, mas o futuro do Brasil me importa muito e vou usar a minha voz, mesmo recebendo críticas”, defende.

Agora, ela segue preparando outros lançamentos ainda para este ano. Enquanto isso é possível ouvir “Tu Votou em Quem? (Funk do Lula)” nas principais plataformas.

 

Ficha técnica

Produção, composição, gravação, masterização: Frederikke Palmgren (Fefe Life)

 

Clipe, edição, gravação: Frederikke Palmgren (Fefe Life)


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »