16/05/2022 às 17h05min - Atualizada em 18/05/2022 às 00h01min

Larissa Vitorino apresenta o show “Catira da Rainha”, em Brasília

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
A cantora mineira Larissa Vitorino segue a turnê do show “Catira da Rainha”, desta vez com apresentação única na sala Yara Amaral, no Sesi de Taguatinga, em Brasília, no próximo dia 19 (quinta-feira), às 20 h. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados diretamente no Sesi ou pelo site www.ticketfacil.com,br, mediante pagamento de taxa de conveniência.

Dona de voz avelulada, sotaque mineiro típico de quem não abandona as raízes e exímio manejo do violão, instrumento que toca desde os cinco anos, Larissa conta que o espetáculo é inspirado na música homônima, composta por ela em homenagem à Dona Lurdinha, sua mãe e principal incentivadora musical, falecida há quatro anos. “Minha mãe era professora, tinha muita sabedoria e inseriu a arte na minha vida e na da minha irmã”, entrega.

Além do talento de Larissa Vitorino, o cuidadoso roteiro, com base na vivência e nas emoções da artista, alinhava a apresentação musical a momentos interação com a plateia. A cantora fala de sua experiência no programa The Voice Brasil, da infância na pequena Ipiaçu, das lembranças da mãe, da mudança para Brasília e da carreira. Tudo num cenário de cozinha mineira - uma referência ao espaço predileto de encontros das famílias brasileiras, com direito a cafezinho servido ao público, numa proposta de prosa interativa.

O repertório de “Catira da Rainha” apresenta canções que falam da adolescência difícil da luta pela sobrevivência familiar e “causos” da mãe, relembra momentos de risos, choro, alegrias e tristezas. Há também espaço para músicas conhecidas como “La vie en rose”, “Água de Beber” e “Esqueça”. Entre as autorais, destaque para “Areia”, e “Vem me visitar”, entre outras. “O púbico terá a sensação de estar numa casa mineira e é esse aconchego intimista que queremos oferecer”, fala Larissa Vitorino, que estará acompanhada pelo percussionista Sandro Alves e pelo cantor Alysson Takaki.


Carioca radicado em Brasília há mais de 10 anos, Sandro Alves é percussionista conhecido por unir ritmos tradicionais brasileiros com influências modernas. É pesquisador da cultura folclórica brasileira, que fundamentou sua musicalidade nos instrumentos de percussão. O músico integra a formação do Trio Baru, atua em diversos projetos culturais e na direção da Gota Produções. Juntos, eles usam o ambiente do cenário e seus elementos para conduzir magistralmente as canções do espetáculo.

Alysson Takaki tem voz e talento conhecidos na cena musical de Brasília. Também compositor, ele está nos palcos desde os 16 anos, foi campeão Panamericano da Canção Japonesa, solista de operetas e é profundo conhecedor de música popular. Desde 2005, é professor de Canto Popular na Escola de Musica de Brasília. Seu segundo disco, “Querer sem fim”, tem produção assinada por Larisssa Vitorino.

Música no DNA

Nascida em Ituiutaba (MG), Larissa Vitorino demonstrou seu talento musical muito cedo. “Nasci com vontade de tocar e cantar e com cinco anos comecei a estudar violão”, fala a cantora, lembrando que seu primeiro contato com público foi dentro de casa, nas brincadeiras de criança. “Eu montava um palco na área externa para o quintal e fazia shows para os vizinhos”, revela. Aos nove anos, mudou-se com a família para Ituiutaba (MG). Lá, foi estudar no Conservatório de Minas e não parou mais de tocar e cantar. Aos 12 anos, recebeu seu primeiro cachê por uma participação no Carnaval de Frutal (MG).

Na adolescência, a família mudou-se para Uberlândia e foi ali que Larissa Vitorino passou a ser conhecida como artista. “Um amigo convenceu minha mãe a me deixar tocar na noite com uma banda e, assim, comecei a vida profissional”, relata. Mais tarde, Larissa ingressou na Universidade Federal de Uberlândia para concluir a formação musical, ao mesmo tempo em que sua carreira abria um leque contínuo de oportunidades. A artista começou a trabalhar com gravação de jingles, produção musical, foi professora e escreveu livros didáticos musicais. “Sempre penso na música como oportunidade. Diversifiquei minha atuação, mas a música foi o caminho”, resume. Aos 27 anos, veio para Brasília tentar a vida musical e foi construindo uma carreira efervescente, com diversas participações em bandas e, agora, com foco na atuação solo.

Outra experiência importante foi a participação no The Voice Brasil, da TV Globo, em 2020. Descoberta por um produtor musical, Larissa Vitorino chegou à semifinal e ganhou uma positiva exposição na mídia de todo o país. “Consegui o que tinha me proposto a fazer dentro do programa e saí me sentindo respeitada. Isso abriu muitas portas”, celebra. Foi durante o programa que Larissa teve seu primeiro fã clube. “Eu era uma artista regional e o programa me colocou em contato com público de outras localidades”, explica.

Mais sobre Larissa Vitorino

Graduada em música (violão) pela Universidade Federal de Uberlândia, canta e toca profissionalmente desde 1995, tendo participado de bandas e projetos de diferentes estilos musicais. Atuou como diretora musical de peças teatrais, compôs a melodia e realizou a gravação do single “Stay closer”, que esteve em 4° lugar nas paradas do Canadá em 2007.

Participou da gravação das charges do programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, em 2006; ministrou aulas de canto popular e arranjo vocal nos Cursos Pontuais da Escola de Música de Brasília em 2008 e 2009, e tem 12 livros didáticos de música publicados. Atualmente, integra a Banda Lavi, de música pop e eletrônica, tem um programa no YouTube denominado “Causos e Vinhos”, junto a cantora Ana Lélia, com apoio da Fabrika Filmes.

Em 2020 lançou, pela True Azul Music, de Nova Iorque, o EP “Larissa - Violão e Voz”, disponível em plataformas digitais de streaming. Em 2021, lançou seis singles, que estão em playlists editoriais do spotify, Apple Music e também em playlists por todo Brasil, em lojas físicas de marcas renomadas como Chilli Beans, Natura, Morana, Petz, entre outras. Ainda em 2021 ganhou os prêmios de “Melhor Música Com Letra" e “Torcida Mais Animada” do Festival de Música da Rádio Nacional FM”, com a canção “Areia”. Foi professora de música da American School of Brasilia (EAB) entre os anos de 2021 e 2022. Para 2022, além da turnê de “Catira da Rainha”, Larissa Vitorino prepara lançamentos de músicas autorais que compõem o show.

Larissa Vitorino nas redes sociais

Instagram: @larissavitorinooficial
Facebook: @larissa.vitorino.182
Spotify: Larissa Vitorino
Youtube: @LarissaVitorino29

Clipes
Areia (Larissa Vitorino) – Oficial Music Video

https://www.youtube.com/watch?v=mIMvq4uuLdE

Cantin (Larrisa Vitorino) – Oficial Music

https://www.youtube.com/watch?v=Vpa5MInQzR8

Participação no "The Voice Brasil"

Vídeo da Semifinal e apresentação em português

https://www.youtube.com/watch?v=lqJqlzhtA_4

SERVIÇO
Evento: Show “Catira da Rainha”, de Larissa Vitorino

Data e horário: 19/05, 20h

Local: Sesi de Taguatinga

Endereço: Setor F Norte. QNF 24

Classificação: livre
Ingressos: gratuitos, retirados diretamente no Sesi, ou pelo site www.ticketfacil.com.br, mediante taxa de conveniência

Informações: (61) 98168-9600

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »