Amazonas está entre os 13 estados que têm mais beneficiados do Bolsa Família do que trabalhadores com carteira assinada

Amazonas está entre os 13 estados que têm mais beneficiados do Bolsa Família do que trabalhadores com carteira assinada

O estado do Amazonas está incluído entre os 13 estados brasileiros que possuem uma quantidade maior de pessoas recebendo o Bolsa Família em comparação com o número de trabalhadores com emprego formal em várias regiões do país. Essas informações foram recentemente divulgadas pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e pelo Ministério de Desenvolvimento Social (MDS).

Antes da pandemia, essa situação era observada em apenas oito estados, no entanto, devido aos desafios econômicos agravados pela crise sanitária, esse número aumentou para dez em 2020, 12 em 2022 e finalmente chegou a 13 em 2023, uma tendência que se manteve até 2024. Essa predominância é mais evidente nos estados do Nordeste e em quatro estados do Norte.

Entre os estados afetados, o Maranhão se destaca como o mais impactado, apresentando uma disparidade alarmante entre o número de empregos formais e beneficiários do Bolsa Família. O estado registra cerca de 641 mil empregos com carteira assinada, enquanto aproximadamente 1 milhão de famílias maranhenses dependem do programa assistencial. Isso resulta em uma proporção de dois habitantes recebendo o Bolsa Família para cada empregado com carteira assinada.

Embora a situação seja preocupante, é importante ressaltar que houve uma diminuição geral na proporção de beneficiários em relação aos trabalhadores com emprego formal no último ano. Em 25 estados, essa proporção diminuiu, o que reflete os esforços para impulsionar o emprego formal e reduzir a dependência de programas assistenciais. As exceções a essa tendência foram o Distrito Federal e Santa Catarina, onde a proporção já era relativamente baixa.

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× FALE CONOSCO