CENTRO-OESTE TEM O FRETE MAIS BARATO DO PAÍS

Índice FreteBras do Preço do Frete (IFPF), com dados referentes a fevereiro de 2022, mostra que o Centro-Oeste tem o valor médio mais baixo do frete: R$ 0,97 por km rodado por eixo. Na comparação entre janeiro e fevereiro de 2021, o preço do frete teve alta de 0,92%. Já o preço do diesel subiu 1,15% na região. Anualmente, de fevereiro de 2021 para fevereiro de 2022, o preço do frete caiu 2,34%, enquanto o diesel disparou com 41,75% de aumento no Centro-Oeste.

aumento no preço do combustível tem pressionado demais os motoristas, que têm tido dificuldades de repassar este custo no preço dos fretes. “Por causa das altas do valor do diesel, decidimos criar um subsídio de R$ 7 milhões, por meio de uma devolução de 10% sobre o valor do combustível. Ele será disponibilizado para caminhoneiros que abastecerem na nossa rede de postos parceiros, que oferecerão, também, um desconto extra de 5 a 10 centavos por litro. É uma forma de apoiar os caminhoneiros a manter um pouco de rentabilidade nos fretes rodoviários“, ressalta Bruno Hacad, diretor de Operações da FreteBras.

Leia também : Cooperativas de transporte crescem acompanhando o agronegócio em MT

De janeiro a fevereiro deste ano, o aumento de veículos disponíveis no Centro-oeste (+0,87%), não acompanhou o crescimento de fretes publicados na plataforma da FreteBras (+16,46%). Este fato, unido a uma pressão constante no controle de custos do transporte, fez com que o preço do frete subisse, porém se mantendo numa margem de estabilidade no período.

Os dados do IFPF mostram que o valor médio do frete por quilômetro por eixo no Brasil é de R$ 1,01, enquanto que o preço do diesel ficou em R$ 5,59. As regiões Sul e Sudeste apresentaram o quilômetro por eixo mais caro em fevereiro (R$ 1,02). Os valores mais baixos foram registrados no Nordeste (R$ 0,99) e Centro-Oeste (R$ 0,97).

DESEQUILÍBRIO – Segundo o IFPF, entre fevereiro de 2021 e fevereiro de 2022, o custo do transporte por quilômetro rodado por eixo em todo o Brasil teve um aumento de apenas 1,96%, enquanto o diesel disparou com 41,48% de aumento De janeiro para fevereiro de 2022, também houve um maior aumento do diesel (+1,69%) em relação ao preço do frete, que ficou praticamente estável (+0,23%).

Leia mais: Mato Grosso é destaque na expansão de transportadoras no Centro-Oeste

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

Da Redação

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO

× FALE CONOSCO