GP da Áustria: Bottas vence, e Hamilton é punido em corrida cheia de abandonos e incidentes

Numa corrida com nove abandonos, Valtteri Bottas conquistou a vitória na abertura da temporada 2020 da Fórmula 1, na Áustria. O finlandês resistiu a um ataque do companheiro Lewis Hamilton, enquanto o inglês foi punido em cinco segundos por um toque com Alexander Albon e caiu de segundo para quarto.

Com uma excelente atuação mesmo com as limitações da Ferrari, Charles Leclerc cruzou a linha de chegada em terceiro e subiu para segundo, e Lando Norris terminou em quarto e passou para terceiro, fazendo a melhor volta na última e ganhando a posição de Hamilton por menos de um segundo.

Completaram a zona de pontuação, da quinta à décima posições, Carlos Sainz (McLaren), Sergio Pérez (Racing Point), Pierre Gasly (AlphaTauri), Esteban Ocon (Renault), Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) e Sebastian Vettel (Ferrari).

A temporada 2020 segue no próximo fim de semana, com o GP da Estíria, no mesmo circuito de Spielberg.

Protesto antiracista

Antes da prova, os pilotos fizeram um protesto antirracista. Usando camisas pretas com mensagens, os pilotos se perfilaram na linha de chegada. Dos 20 competidores, Max Verstappen, Antonio Giovinazzi, Daniil Kvyat, Carlos Sainz Jr., Charles Leclerc e Kimi Raikkonen não fizeram o símbolo antirracista de se ajoelhar.

Resultado da Prova

Pódio

BOTTAS: “Lewis foi muito rápido hoje, mas eu consegui manter as coisas juntas. Não há melhor maneira de começar a temporada.”

LECLERC: “É uma surpresa enorme, mas boa. Acho que fizemos tudo de forma perfeita hoje – tivemos um pouco de sorte, mas também faz parte da corrida. Esse era o objetivo, aproveitar todas as oportunidades.”

NORRIS: “Estou sem palavras. Houve alguns pontos em que eu pensei que tinha estragado um pouco… mas consegui passar por Pérez e terminar no pódio! Estou muito feliz e orgulhoso da equipe”

Fonte: GE

 

ASSISTA O VÍDEO ABAIXO

× FALE CONOSCO